sexta-feira, 5 de setembro de 2014

"BEIJA-ME O OLHAR"

"BEIJA-ME O OLHAR"

Beija-me o olhar com a esperança
Nos meus passos cansados de um caminho
Sobre os seixos das fragas nas estradas
Rosto inquieto que afaga os meus medos
Silencia-me o grito de um beijo quente
Fazendo estremecer esta solidão
Calando os silêncios de uma melodia de amor
Lanço no abismo do inferno, tudo que me faz mal
Cheia de dores e saudades sem remorsos
Só a lembrança de um doce amor cala-me os gritos.
Deste meu desejo sentido e talvez já perdido.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca