quarta-feira, 25 de julho de 2018

QUERO 💘 ♬



QUERO 💘 ♬

Quero beber-te em lágrimas
Desenhar-te em suspiros
Respirar nas veias toda a graditão
Para adormecer contigo nos sulcos dos olhos
Na ausência entre os desertos de amor
Das conversas sem sono de breve cor
Erva seca pisada sem temor
Que adormece comigo ao meu redor
Na quietude sentida no amargo ar
Despir-me de ironias ou júbilos
Para me agarrar a ti sem fingimento algum
Num delirante desejo que sinto por ti
Adormece comigo para te beber de amor
Como se de um bom vinho se tratasse
Desenhando no teu corpo todo o meu fulgor.



Isabel Morais Ribeiro Fonseca

🍁🍂 💖

sábado, 21 de julho de 2018

♪ Marante _ Nesta Mesa de Bar╭✿ ♥ PERMUTA 🍸 🍏 ♪




PERMUTA 🍸 🍏 ♪

Permuta a dor sentida na poesia
Permuta o severo encantamento
Permuta o pensamento inconveniente
Permuta a contemplação de ninguém
Permuta os desvalidos dos outros
Permuta o sentimento em liberdade
Permuta de joelhos em oração
Permuta pouco a pouco de lugar
Permuta os sonhos em movimento
Permuta os desnudados corpos
Permuta as mentiras do mundo
Permuta o amor sentido pela poesia
Permuta a esperança esquecida
Permuta o amor tantas vezes perdido
Permuta o encanto de um poema
Permuta a saudade sentida na alma
Permuta o desejo do corpo em amor.



Isabel Morais Ribeiro Fonseca

🍸 🍏 ♪

segunda-feira, 16 de julho de 2018

╭✿ ♥ 🌼 ASAS DE ANJO ╭✿ ♥ 🌼



ASAS DE ANJO ╭✿ ♥ 🌼

A escuridão não o deixa sobreviver nesta noite
Ele quer muito viver, quer ficar para ver a luz
Dói quer olhar, mas cego já se encontra o pobre
A ferida no seu corpo é causada pelo brilho da luz

Dilacera a vaidade inútil, num corpo já esquecido
Já gasto, perdido onde refina a sua própria cor
Com o sol a bater no rosto pretende esconder-se
É na escuridão interior, sente clamor pelo coração

Sente a sua santidade vandalizada num altar oculto
De todas as coisas belas que viveu e já não pode ver
Abriga a dor nos seus braços, nunca recusou nada
Sofre de injúrias, de tormentos sem arrependimentos

No corpo sente o fôlego do cruel do insano futuro
Temido por todos na sua existência, sob as suas asas
A escuridão quer mantelo protegido da luz que é o seu
Castigo, pobre anjo até da pena de todos os tormentos

Que passa no corpo, na alma só pede a Deus que o tire
Da escuridão em se encontra, abriga a sua dor no terço
Tentativa de não voltar a cair na vaidade das suas asas
Tenta seguir em frente, flagelado nas cicatrizes deixadas.



Isabel Morais Ribeiro Fonseca
╭✿ ♥ 🌼


sexta-feira, 13 de julho de 2018

Mickael Carreira _ Podem Passar Mil Anos •*¨*•❣ღAMOR 💘•*¨*•❣ღ



AMOR 💘•*¨*•❣ღ

Amo-te
Na sublime emoção
Desta minha paixão
Neste meu desejo
De amor por ti
Num quente
Desejo teu
Para perder-me
No teu corpo
Loucamente
Se eu pudesse
Voltar atrás
Por momentos
Seria louca
Mas procuraria
Na tua boca
O sopro de vida
Que me falta
Neste momento
Amando-te mais ainda.
🍎

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

domingo, 1 de julho de 2018

Santamaria _ Em Preto e Branco ╭✿ ♥ AMOR ╭✿ ♥



AMOR ╭✿ ♥

Amo-te
No meu silêncio
Nem as flores sabem
Amo-te em silêncio
Sem palavras, sem gestos
Só o meu silêncio, corta as dores
Da minha alma
Ninguém sabe que existem
Amo-te com as lagrimas
Do amor que sinto por ti
Entre as letras
Escritas num poema
Perfumado de rosas
Tatuado no teu corpo.
╭✿ ♥



Isabel Morais Ribeiro Fonseca

🌷