quinta-feira, 12 de setembro de 2013

"ALDEIAS"


"ALDEIAS"

Aldeias de Trás-os-Montes
Lindas e belas
Casas vazias com sentimentos
Sem gente com alma, charmosas
Desiludidas sem maldade, sem ódio
Sem crueldade, vaidosas
Esperam com saudade
Todos aqueles que as amam
Casas fechadas, tristes com história
Que gemem ao sentir os vivos
Com ânsia e saudade, com cheiro mofo
Casas de barro, de fragas a cair aos pedaços.
Saudosas, sangrentas, sozinhas e frias
Das nossas lindas aldeias.!

Isabel Morais Ribeiro Fonseca