sexta-feira, 29 de setembro de 2017

🦋 • .`⁀,) * ¸. • ❤ * 🌹 A DOR 🌹 QUANDO 🦋 • .`⁀,) * ¸. • ❤ * 🌹

🦋 • .`⁀,) * ¸. • ❤ * 🌹🍃



“A dor apodreceu-me nas veias
No sangue que calou a minha voz
Ficou a angústia das palavras mudas
Punhais que no meu corpo ficaram
Rasgando todas as minhas ilusões
Na alma dos sonhos já mortos.”

🦋 • .`⁀,) * ¸. • ❤ * 🌹🍃

🌹
Isabel Morais Ribeiro Fonseca





Quando eu morrer
Não chorem
Ponham antes
As mais belas flores
Que tiverem
Então serei poesia

Escrita num belo livro.” 

🦋 • .`⁀,) * ¸. • ❤ * 🌹🍃


🌹


Isabel Morais Ribeiro Fonseca


🦋 • .`⁀,) * ¸. • ❤ * 🌹🍃

Sem comentários:

Enviar um comentário